6 de janeiro de 2012

Amizades que ficam - Virtual ou real?


Ouvi um palestrante outro dia na televisão dizer que se uma pessoa  chegar aos setenta anos de idade e  puder contar cinco amigos nos dedos de uma mão, essa pessoa pode se considerar muito, muito feliz.
Amizade se constrói com o tempo. É preciso estar  juntos, conversando,  ajudando, se divertindo, ouvindo, compreendendo, aconselhando, chamando a atenção, perdoando, pedindo perdão...
 Fico me perguntando, como essa geração que se relaciona mais com o computador, com o telefone, com o celular conseguirá chegar aos setenta anos e contar nos dedos da mão, os amigos de verdade? Uma coisa é curtir ou comentar o status do amigo triste na tela do computador, outra coisa  é estar ao lado do amigo quando ele passar por  um momento difícil.
Não dá para construir amizades sólidas apenas no virtual, é preciso tocar o outro, olhar nos olhos do outro, sorrir para o outro, enxugar as lágrimas do outro, estender a mão para o outro.
Quantos amigos de verdade, temos hoje? Na velhice esses amigos estarão ao nosso lado para o que der e vier? A resposta depende de como nós cultivamos essas amizades. Se elas ficarem apenas no  virtual, provavelmente quando a velhice chegar nos sentiremos sós, não teremos o ombro reconfortante do amigo para inclinarmos a nossa cabeça, nos contentaremos com um simples comentário na tela do computador nos consolando.
As redes sociais, o telefone, o celular devem ser usados como mais uma ferramenta para unir os amigos e não como única forma de se relacionar.
Use  hoje a rede social para marcar um encontro com um velho e bom amigo e curta esse amigo pessoalmente. Isso é cultivar uma verdadeira amizade.
.

7 comentários:

Jéssica Dantas disse...

A paz, Ir. Lécia!

Pode parecer clichê, mas estava pensando justamente nisso ontem...

É bem complicada essa geração internet, Fast-food, enfim...

O fato é que sim, é bastante difícil ter amigos, ter amigos verdadeiros em meio a todo esse contexto.

Mas cremos que somos 'Amigos do Noivo' e o noivo é o melhor amigo, só ele sabe quem são nossos verdadeiros parceiros; aqueles que intercedem por nós, que cuidam de nós, quer perto, quer longe. Aqueles que lá pros setenta anos, se Deus permitir, poderemos contá-los na palma da mão.

Mas é isso aí, usemos as redes socias para promoção de encontros!

Espero vê-la em breve^^

Paz

Lécia Salles disse...

A paz Jessiquinha, era assim que eu lhe chamava rsrs. Realmente a amizade de Jesus, essa sim, vai conosco para a eternidade.Precisamos dele para nos ensinar a cultivar amigos que cuidam de perto e de longe e nos ajudar a sermos esse amigo para alguém.
Também espero logo vê-la.
bjs na Antonia.

resgate em ação disse...

Incrivel,estes dias estava fazendo um comentario com minha sobrinha Tatiana e ela disse,realmente vc. tem umas das maiores riquezas desta vida ,suas amizades,,,fiquei bem reflexiva...pensando como sao importantes as amizades.Meus amigos sao 24 hrs...,na HORA QUE EU PRECISO,eles estao la.muito boa sua mensagem...abraços.

Gleiceedi disse...

Gostei do título: "Amizades que ficam" pois retrata não só a saudade, mas a possibilidade de alimentar os sentimentos que nem sempre o corpo e o movimento dão conta disso, por isso recorremos às palavras que traduzem e escrevem nossa(s) história(s).

Anônimo disse...

oi lécia...

Que boa sua reflexão!!! tenho fugido um pouco dessas amizades superficiais tão cultivada pela indústria de massa que torna os relacionamentos superficiais!!! os considero amigos de verdade.

Deus abençoe
Bel

Carlinha Menezes disse...

Irmã Lecia, nossa amizade é mais virtual do que pessoal ate pq só nos vimos pessoalmente poucas vezes, infelismente não tive o prazer de ser pastoreada por vc e seu esposo, pois so escuto coisas maravilhosas a respeito de vcs. Mas quero lhe dizer q suas postagens em muito edificam minha vida, hoje entrei no blog pq ainda não o havia feito e me deparei com textos escritos de forma simples, mas com um teor profundo. Obrigado por compartilhar conosco seus pensamento. Deus os abençoe!!!

Lécia Salles disse...

Obrigada Carla por passar por aqui, o seu registro é muito importante.
Abraço querida e continue me visitando.

Li e gostei - MEMÓRIAS DE UM PASTOR ( Eugene Peterson)

"A igreja é composta de pessoas que, ao entrarem no templo, deixam para trás o rótulo ou a designação pela qual as pessoas da...