12 de maio de 2012

Minha mãe é sinônimo de força, coragem, misericórdia...


          Minha mãe é uma mulher incrível. Quando nasci ela já era professora e vivia  sempre  correndo contra o tempo para dar conta da casa do trabalho e da igreja. Eu costumava dizer que ela e minha avó Neném eram feitas de outro material, pois são mulheres muito dispostas para o serviço. Amava o ensino, hoje está aposentada, desenvolvia o seu ofício com excelência. Durante a semana ,geralmente trabalhava nos dois turnos, sempre trazia trabalhos para casa, e no domingo ainda dava aula na Escola Bíblica. Às nove da manhã já tinha feito o almoço, arrumado quatro menininhas de cabelos enrolados e estava a caminho da igreja. No sábado sentava conosco para estudarmos as lições da Escola Bíblica. À noite, quando ela não estava muito cansada, reunia as filhas na cama para contar estórias, como ninguém, sabia nos fazer sonhar através do mundo encantado.
          Buscava sempre fazer o culto doméstico, era sábia, não demorava, pois sabia que criança não tem muita paciência. Nos ensinou a amar o Senhor e sempre repetia: “filho de peixe é peixinho, filho de crente não é crentinho, a conversão é individual, vocês precisam ter uma experiência com Jesus Cristo”. Muitas das histórias bíblicas aprendi antes de saber ler, ela contava e recontava incutindo a Palavra de Deus nos nossos corações.

          Porém as maiores lições ela ensinou sem palavras. Sempre a víamos lendo a Bíblia e até hoje é a primeira coisa que ela faz pela manhã, já perdeu a conta de quantas vezes leu a palavra do Senhor, ela diz que quando chegou em quatorze vezes parou de contar. Assim ela nos ensinou a dar importância a Palavra de Deus. Sempre a vi ajudando os mais necessitados, mesmo depois de um dia cansativo de trabalho, ela arranjava tempo para  deixar o almoço de uma velhinha cheia de netos para criar. Quantas vezes quando trabalhava a noite, não ia dormir sem antes levar a janta de um cego que ficara viúvo. Ajudou um morador de rua a retornar para a família e fez uma campanha para construir a casa de uma senhora que passava pedindo esmola, a casa dela tinha se destruído num incêndio. Quando não tem a quem ajudar ela ora pedindo a Deus que coloque uma pessoa necessitada em seu caminho, foi assim que essa senhora surgiu em sua vida e hoje mora numa casa novinha. Nunca a vi metida em fofocas, mentiras, ressentimentos, murmurações, não conhece a palavra preguiça, é muito batalhadora e temente a Deus.

          Mais uma vez não estarei presente no dia das mães por morar em outro Estado, mas vou ligar e repetir como todos os anos o quanto ela é importante na minha vida. Aprendi a dar mais valor quando me tornei mãe e gostaria muito de ser para a minha filha um pouco do que ela é para mim: ela é sinônimo de força, coragem, misericórdia, compaixão, abnegação, bondade, amor.

O que a sua mãe representa para você?

Nenhum comentário:

AS QUATRO ESTAÇÕES DO CASAMENTO - OUTONO (RESUMO)

O cair das folhas é uma analogia oportuna com o que acontece na estação do outono no casamento. No inicio do outono, o casamento pa...