3 de abril de 2013

Qual é o seu campo missionário hoje?




          Quando falamos em “missões” a nossa mente viaja para lugares onde os cristãos são perseguidos, para tribos embrenhadas em densas florestas, para viagens distantes de casa, sacrifícios, renúncias, privações, Ufa! Logo colocamos missões de lado como se fosse algo só possível para um grupo seleto de pessoas escolhidas e vocacionadas por Deus para uma missão especial.
         De fato, muitos são vocacionados e chamados para cruzar fronteiras e penetrar em um mundo desconhecido a fim de plantar a semente da salvação. Nesse momento há muitos missionários em várias partes do mundo obedecendo  ao “ide” de Jesus.   “Portanto vão e façam discípulos de todas as nações [...]” Mateus.28:19; Assim como me enviaste ao mundo, eu os enviei ao mundo.” João 17:18. Todavia, o mais extraordinário de acordo com estes versículos, é que o chamado não é restrito a um grupo seleto, a um  clero elitizado, Jesus chamou todos os seus discípulos, homens e mulheres, a se comprometerem  com a grande comissão, seja indo ou ficando. Jesus nos comissionou para uma tarefa extremamente importante, a de proclamarmos as boas novas do Evangelho. O apóstolo Paulo escrevendo aos coríntios diz que nós “[...] somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio”- 2º Coríntios 5:20. Não importa a geografia do seu chamado, seja ela do outro lado do mundo ou do outro lado da rua, o importante é que você é chamado a fazer missões no lugar onde você está inserido, esse imperativo é para todos.
          Qual é o seu campo missionário hoje? Quem é a pessoa que está perto de você e precisa ouvir uma palavra de esperança?  Quem está gritando por socorro e necessitando de salvação? Quem a beira de um abismo existencial suplica por ajuda? Quem caminha cegamente tateando uma saída no afã de encontrar luz no final do túnel? Quem na sua rua, entre os  seus parentes ou colegas de trabalho, quem sabe amigos, os próprios filhos, cônjuge, necessita hoje desesperadamente  ver Jesus em você?
          Muitas vezes estamos tão preocupados em fazer missões do outro lado do mundo, oramos, contribuímos e isso é muito  importante, mas não podemos  esquecer do filho deprimido dentro do quarto, da vizinha com a mãe em estado terminal, do amigo dependente de drogas, do colega de trabalho viciado em Rivotril, das crianças que moram nas calçadas do nosso bairro, do mendigo que não tem esperança, daquele que reside  ao lado da igreja e está deprimido pensando em tirar a própria vida.  Talvez você nem precise falar, pode ser que um abraço, um ombro amigo, um ouvido atento, o estender a mão, um cobertor no frio, um simples bolo com café, vai esquentar o coração de quem está próximo de você, e esta pessoa, através do seu gesto, será alcançada por Jesus. Fomos alcançados por Jesus para sermos sal e luz, ou seja, dar sabor à vida e brilhar a luz de Cristo em meio a um sistema corrompido pelo pecado.
         Fazer missões não é algo que agendamos, precisa ser um estilo de vida, algo que faço naturalmente onde quer que eu esteja. Proclamar o evangelho é servir àquele que está próximo a mim, seja qual for a sua necessidade, seja o pão material ou o espiritual.
          O seu campo missionário são os que estão próximos de você e ainda não conhecem o grande amor que salva, liberte, transforma, acolhe, olha com misericórdia e concede graça imerecida, Cristo Jesus.
          Que você possa ainda  hoje ser  um instrumento de salvação nas mãos do amoroso Deus.
          Só para lembrar:  “Nos não podemos deixar de falar das cousas que vimos e ouvimos.” Atos 4:20.
          Grande abraço!!!!


Um comentário:

pensandoemfamilia disse...

Oi Lecia agradeço e retribuo sua visita. Também gosto muito de ler e de viajar.
bjs

AS QUATRO ESTAÇÕES DO CASAMENTO - OUTONO (RESUMO)

O cair das folhas é uma analogia oportuna com o que acontece na estação do outono no casamento. No inicio do outono, o casamento pa...